SuperToast

Recursos Humanos

TalkWe Love

Uma inspiração para melhorar a cultura das empresas

Nesta talk, Patty McCord, que foi Chief Talent Officer na Netflix durante 14 anos, partilha oito lições sobre como criar uma empresa onde os colaboradores gostam de trabalhar - inspiradas, claro, na cultura de liberdade e responsabilidade da Netflix.
Estudos

Future of Corporate Learning

Neste estudo, exploramos o desafio das organizações de manter as suas competências-chave atualizadas, em tempo real, numa altura em que os ciclos de inovação são cada vez mais curtos.
Best OfInovaçãoOpinião

Os Media na encruzilhada entre a crise e a revolução digital

Veja-se o Google que tem sido a "dotcom" de referência e que começou a dar os primeiros sinais fraqueza com as acções a descerem 46% nos últimos 12 meses, os resultados do último trimestre de 2008 a descerem 68% (é a primeira vez na sua história que anunciam descida de lucros), o despedimento de 170 colaboradores, o encerramento de vários centros de desenvolvimento (laboratórios), o fim do projecto Lively (concorrente do SecondLife) que teve poucos meses de existência, o encerramento do negócio da venda de anúncios para jornais (Google PrintAds) e o fluxo de saída de muitos colaboradores que pouco a pouco foram percebendo que afinal a empresa liderada por Sergey Brin e Larry Page, já não é a melhor empresa para se trabalhar.
Best OfGestãoInovaçãoOpinião

Recursos Humanos nos negócios digitais

Mas de seguida, e neste puro debate de ideias, a nossa conversa levou-nos a outra conclusão: afinal, mais importante do que a tecnologia, são os Recursos Humanos envolvidos nos projectos, pois são estes que conseguem realmente fazer a diferença e utilizar de forma eficaz a mesma tecnologia que está ao dispor de todos.